O BAÚ DO ANIMAL: ALEXANDRE GONÇALVES PINTO E O CHORO

 


No ano de 1936 um obscuro carteiro carioca chamado Alexandre Gonçalves Pinto (por alcunha “o Animal”) publica um curioso livro intitulado O choro: reminiscências dos chorões antigos – retratando centenas de músicos populares da belle époque carioca. Sem ter qualquer repercussão, o livro é praticamente esquecido até ser relançado em edição fac-similar pela Funarte em 1978, quando se torna referência obrigatória e alvo de várias releituras sobre choro. O baú do Animal é um estudo sobre a obra deste carteiro (além de outras fontes populares da época), e sobre como estas narrativas do passado conformaram diferentes percepções sobre o choro e a música popular brasileira na atualidade. Alexandre e seus companheiros de farra reaparecem de forma definitiva, alcançando finalmente o patamar merecido pelo nosso carteiro. Fartamente embasado e levando em consideração todas as variantes que podem ter levado o Animal a escrever o que escreveu, Aragão nos presenteia com análises inéditas e fundamentais, trazendo grande contribuição para a bibliografia musical brasileira.

O BAU DO ANIMALO BAÚ DO ANIMAL: ALEXANDRE GONÇALVES PINTO E O CHORO

Pedro Aragão

Editora Folha Seca 280 páginas

Ano de edição: 2013

Edição: 1ª

Preço: R$ 30,00

ISBN: 978-85-87-19922-5

By | 2015-07-03T11:37:30+00:00 29/06/2015|NOSSOS LIVROS|0 Comentários

Deixar Um Comentário