Associação de Músicos, Arranjadores e Regentes
Streaming de músicas – Como colocar minhas músicas nestas plataformas? 2019-09-30T14:51:23-03:00

Streaming de músicas – Como colocar minhas músicas em plataformas streaming?

Atualmente, as plataformas de Streaming de obras musicais são uma enorme tendência. Ou seja, o que pode motivar muitos compositores e músicos à colocarem suas obras musicais nestas plataformas. Portanto, a Amar Sombrás está aqui para ajudar você a entender como funciona a utilização de suas obras nos serviços de streaming.

Caso você seja um artista independente, isto é, que não possui uma gravadora, primeiramente deverá conhecer os agregadores de músicas. Ou seja, são as pessoas que fazem a ponte entre você e a plataforma de streaming com a qual quer disponibilizar suas obras. Além disso, você deverá estar devidamente filiado com a Amar Sombrás, somente assim, será possível cadastrar seus códigos ISRC. Estes, por sua vez, serão essenciais para que você receba os direitos autorais pela reprodução de suas obras. Portanto, garanta que todas as suas informações estão corretas juntamente à sua associação.

Colocar suas músicas nas plataformas de Streaming

Após se certificar de suas informações nos códigos ISRC, você deverá entrar em contato com o agregador de músicas. Então, ele irá disponibilizar suas obras em plataformas como Spotify, Deezer, Apple Music, entre outras. Lembrando que ele irá utilizar as informações do códigos ISRC de suas obras, portanto, certifique-se de as mesmas estão corretas.

Caso você possua contrato com alguma gravadora, será provável que a mesma viabilize o serviço de distribuição diretamente para as plataformas. Portanto, é muito importante alinhar as informações com a sua gravadora.

Como receber meus direitos autorais pelas plataformas Streaming?

A Amar Sombrás está aqui para auxiliar você em suas dúvidas. Portanto, nesta era de tecnologia, você deve saber que houveram debates para garantir que as plataformas paguem os direitos autorais ao ECAD. Este debate foi levado ao Supremo Tribunal de Justiça, assim acabou sendo confirmado. A partir de fevereiro de 2017, os serviços online começaram a fazer o pagamento das execuções públicas, em suas plataformas.

Ficou considerado que onde quer que as obras sejam transmitidas e também irrelevante a quantidade de pessoas que se encontram no ambiente. Portanto, de qualquer forma, as plataformas deverão pagar por suas exibições ao artista. No entanto, é essencial esclarecer a divisão dos valores que são gerados no mercado digital. Somente assim, os artistas saberão, precisamente, o quanto irão receber por suas obras.

Filie-se agora mesmo com a Amar Sombrás!

A Associação que mais luta e melhor trabalha em prol dos criadores musicais brasileiros!

Para garantir o recebimento dos direitos de suas obras que forem reproduzidas online, você deverá, primeiramente, ser afiliado da Amar Sombrás. Somente assim você poderá receber seus direitos por suas obras. Portanto, acesse o link abaixo e seja um filiado da AMAR!

FILIE-SE AGORA!

ESTÁ COM DÚVIDAS? ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!

A defesa do Direito Autoral começa com o próprio Titular de direitos. Autores, compositores, intérpretes, músicos, editores e produtores fonográficos, devem não só procurar conhecer os direitos que possuem, como também, através de suas associações, apresentar sugestões, encaminhar ideias, fazer reclamações e apontar tudo que não lhe pareça correto ou adequado no sistema autoral e na própria sociedade. Vamos lá, fale que a gente escuta! Preencha e envie uma mensagem – ou se quiser um contato mais reservado, caso seja associado, ligue e marque uma visita à AMAR, que está aqui para atendê-lo!