Gal Costa morre aos 77 anos - AMAR Sombrás

Gal Costa, grande voz da Música Popular Brasileira, morre aos 77 anos

Cantora, compositora e atriz, é autora de grandes sucessos ao longo de sua carreira e foi protagonista no nascimento e crescimento do Tropicalismo e da MPB.

Ainda jovem, gostava de cantar e tocar violão nas festas escolares que frequentava. Trabalhando em uma loja de discos, teve acesso à Bossa Nova através da obra de João Gilberto.

No início de 1960, foi apresentada a Caetano Veloso, que se tornou seu amigo pessoal por toda a vida, e logo se juntou a outros grandes nomes da MPB, como Maria Bethânia, Gilberto Gil e Tom Zé.Estreou ao lado desses ícones da música em 1964, inaugurando o Teatro Vila Velha, em Salvador, no show “Nós, Por Exemplo”. Em 1965, veio a sua primeira gravação em disco com Maria Bethânia e Caetano Veloso entitulada “O Sol Negro”, e, em seguida, o seu primeiro compacto com as faixas “Eu Vim da Bahia” e “Sim, Foi Você”.

Desde então, aquela menina, Maria da Graça Costa Penna Burgos de Salvador, não parou mais de voar!

A figura de Gal Costa foi precisa e transformadora em nossa música, independentemente do gênero. Ela inspirou vozes, revolucionou condutas e ressignificou o jeito de ser cantora!

A Amar Sombrás deixa aqui a sua homenagem e o mais sincero sentimento de pesar aos familiares, amigos e fãs de uma das maiores e mais belas vozes da nossa Música Popular Brasileira.

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *