FESTIVAL DE MÚSICA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA EDINO KRIEGER


I CONCURSO DE COMPOSIÇÃO – FESTIVAL DE MÚSICA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA EDINO KRIEGER

Local do Festival: Florianópolis, 14 a 23 de setembro de 2017.

O Festival de Música Contemporânea Brasileira Edino Krieger promove o I Concurso de Composição que selecionará obras de solistas e/ou conjuntos instrumentais de câmara para serem apresentadas durante o evento. A iniciativa busca incentivar a renovação da música contemporânea nacional e revelar novos talentos, incluindo na premiação a estreia das composições durante o Festival e gravação audiovisual de alta qualidade das obras selecionadas. Os trabalhos deverão ser enviados para avaliação até 15 de maio.

As categorias aceitas são:

  1. Composições para solistas ou duos.
  2. Grupos de câmara com 3 a 10 intérpretes, sendo que todas as obras deverão ser escritas para: piano, violino, viola, violoncelo e/ou contrabaixo.

Cada proponente poderá concorrer com até duas composições. Acesse o edital.

EDITAL DO CONCURSO DE COMPOSIÇÃO

CRONOGRAMA

15 de maio de 2017 – Prazo final para envio das obras pelo site.

16 de maio a 10 de junho de 2017 Avaliação das obras.

12 de junho de 2017 – Publicação do resultado no site.

FESTIVAL MCB EDINO KRIEGER

FESTIVAL MCB EDINO KRIEGER

INSCREVA-SE


FESTIVAL MCB EDINO KRIEGER

O Festival de Música Contemporânea Brasileira Edino Krieger visa criar um espaço para eternizar a figura do compositor Edino Krieger, um grande nome da música brasileira atual, na história e na agenda cultural do estado de Santa Catarina. Além de homenagear o compositor catarinense, o projeto busca também criar oportunidades de valorização e promoção da criação artística de todo o país, em especial do estado de Santa Catarina. Sua estrutura apresenta discussões e recitais com obras do compositor, contando também com sua presença durante o evento e sua participação no recital comentado realizado na segunda semana do Festival.

Edino Krieger

Edino Krieger

Edino Krieger, natural de Brusque, é um dos compositores mais importantes no desenvolvimento da música brasileira nos séculos 20 e 21. Além de suas composições fazerem parte do repertório das maiores casas de concertos do país e do mundo, seu trabalho também se destaca como crítico musical, produtor e promotor da música contemporânea como um todo. Foi idealizador do Festival de Música da Guanabara em 1969, hoje conhecido como as Bienais de Música Brasileira Contemporânea do Rio de Janeiro.


By | 2017-02-21T05:51:13+00:00 01/02/2017|EVENTOS|0 Comentários

Deixar Um Comentário