FALECE ESCULTOR ATIVISTA DO DIREITO DE AUTOR – OUSMANE SOW (1935 – 2016)


Le-sculpteur-senegalais-Ousmane-Sow-est-mort_exact1024x768_p

Ousmane Sow (1936 – 2016). Foto: Julien Hekimian / Getty Images

Em recente comunicado conjunto, a CISAC, Confederação Internacional de Sociedades de Autores e Compositores e a francesa ADAGP, Associação de Autores de Artes Gráficas e Plásticas anunciaram e lamentaram o falecimento do escultor senegalês Ousmane Sow, membro da ADGP e vice-presidente da CISAC.

Nascido em Dakar, em uma família muito humilde, o artista, com a morte do pai migrou para a capital francesa em busca de melhores oportunidades. Lá, depois de muito esforço, acabou ganhando espaço como escultor.

Segundo voz geral, como ressaltado no comunicado, as esculturas de Ousmane Sow são “expressões monumentais de uma mente brilhante”. E seu trabalho como autor o destacou como um profissional “incansável em sua luta em prol dos criadores de todas as partes do mundo”. Vice-presidente da CISAC já em segundo mandato, promoveu apaixonadamente os direitos dos artistas visuais e apoiou a campanha em favor do direito de participação. Assim, em maio de 2015, em uma mesa-redonda no Festival de Cannes, Ousmane Sow declarou: “Nós, criadores, somos a origem de toda uma economia que se desenvolveu em torno de nossas obras, e seria um erro e uma injustiça que não pudéssemos participar dos benefícios”. Na mesma direção, em outubro do mesmo ano, em um evento da OMPI em Genebra, o artista afirmava: “Quando comecei, não sabia se ia poder ganhar a vida com minha arte. Hoje em dia na África, a situação continua sendo a mesma para muitos artistas. E eles precisam de apoio”.


N.R. – A CISAC, confederação à qual a AMAR pertence, representa mais de quatro milhões de criadores em todo o mundo e atua em todos os âmbitos da criação artística, incluindo música, cinema, artes cênicas, literatura e artes visuais.

By | 2016-12-13T13:18:25+00:00 09/12/2016|OUTROS|0 Comentários

Deixar Um Comentário