Com o falecimento de Aldir Blanc, na madrugada deste 4 de maio, a Cultura brasileira perde um de seus maiores  e aguerridos criadores e  combatentes.  Já reconhecido como  grande letrista e poeta, Aldir engajou-se como  ativista pelos direitos dos autores e intérpretes e defensor do segmento da música como um todo. Assim, na década de 70, participava da criação de entidades importantes,  tais como  a  Cooperativa de Músicos e Autores,  nascida no ambiente do Sindicato dos Músicos do RJ, e inspiradora do movimento Sombrás, do qual surgiu, na década seguinte,  a AMAR-SOMBRÁS.

Neste momento de grande tristeza e consternação, a AMAR, de cuja diretoria Aldir participou, solidariza-se com a família enlutada,  elevando seu pensamento no sentido da Paz Eterna à essência  deste companheiro  que continuará sendo, para nós e para “o Brasil do Bem” um dos autores mais importantes da música popular brasileira em todos os tempos.

AMAR-SOMBRÁS.

Diretores e Funcionários.